segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Boas Festas com Bolo Rei

A Casa da Pucariça deseja a todos
Festas Felizes!

Aqui fica a receita que usámos:

Ingredientes:

- 120 ml de leite (usámos leite de aveia);
- 25 ml de sumo de laranja;
- 25 ml de vinho do Porto;
- 70 g de manteiga derretida;
- 3 gemas;
- 75 g de açúcar amarelo;
- 1 pitada de sal;
- raspa de 1 laranja e 1 limão;
- 425 g de farinha;
- 1 c.c. de bicarbonato de sódio;
- 1 saqueta de fermento biológico;
- 250 g de frutos secos;
- 1 gema para pincelar;
- açúcar para decorar;

Preparação:

     Amornar o leite, juntar o fermento e reservar.
   Bater a manteiga, o açúcar e as gemas. Quando estiver bem misturado juntar as raspas, o sumo, o vinho do porto, o sal e misturar tudo de novo. Adicionar o leite com o fermento.
     Juntar a farinha peneirada com o bicarbonato de sódio e 2 colheres de sopa de doce de gila, misturando até obter uma bola que se solte da taça (se for necessário juntar mais um pouco de farinha).
     Tapar a massa e deixar levedar durante cerca de 2 horas. Depois deste tempo juntar os frutos secos e envolver com cuidado.
     Numa superfície polvilhada com farinha fazer a forma típica (argola). Decorar com frutos secos e pincelar com a gema de ovo. Deixar levedar novamente.
     Quando tiver duplicado o volume, colocar no forno a 180º, previamente aquecido, durante cerca de 30-40 minutos ou até estar cozido.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Detergentes ecológicos

     O nosso último desafio foi usar, tanto na máquina da roupa como na da loiça, apenas produtos naturais e o mais ecológico possível. Num futuro próximo queremos usar a água da fossa, agora sem químicos, para a rega da relva.
     Finalmente encontrámos as nozes de saponária, que felizmente já são tão procuradas que esgotam num abrir e fechar de olhos!

     Para a máquina da roupa usamos cerca de 8 metades, dentro do saquinho que vem na embalagem e que podem ser usadas 3 vezes, consoante a temperatura da água (quanto mais quente mais saponina liberta). Podem ser adicionadas umas gotinhas de essência para dar cheiro à roupa.

     Após as lavagens, levamos as nozes a ferver (+- 24 metades), cerca de 10 minutos em 1 litro de água. Depois de arrefecer, coamos e guardamos num recipiente. Este líquido - detergente - pode também ser usado para lavar várias superfícies.

Depois de fervidas, as nozes podem ser colocadas no compostor.

Na máquina da loiça enchemos o reservatório do detergente no limite máximo.

Aspecto da loiça depois de lavada na máquina com o detergente ecológico.
     (ATENÇÃO: se a loiça tiver de ficar algum tempo na máquina à espera para ser lavada, deve ser passada por água.)

Para os mais cépticos, depois de agitar o líquido resultante da fervura das nozes...

...faz muita espuma!


    Depois de vários cálculos chegámos à conclusão que não só poupamos o planeta, como também a carteira, já que deixámos de comprar detergente multiusos e para a loiça.

     Para os interessados, encontrámos um bom resumo aqui, não só sobre a árvore, como também sobre outras utilidades que, com certeza, vamos experimentar!
     Experimente também!

sábado, 15 de dezembro de 2012

Bolo de urtigas

     Desde o ano passado que a D. Helena nos prometia uma degustação do seu famoso bolo de urtigas! Entre o chá, bolo ou esparregado de urtigas... optámos pelo bolito! 
     No passado dia 10, pelo seu aniversário (que coincidiu com o dia da visita à nossa escola), levou-nos, finalmente, esta maravilha de cor esverdeada.

Aqui fica a receita (aprovadíssima) que partilhou connosco:

ingredientes:
- 180g de urtigas (escaldadas e trituradas)
- 200g de açúcar amarelo
- 250g de farinha
- 1 c.s. de fermento
- 100g de margarina
- 5 ovos
- raspa de 1 limão e de 1 laranja

preparação:
     Juntar a margarina com o açúcar. Deitar as gemas e mexer bem. Peneirar a farinha com o fermento e envolver.
     Juntar as urtigas ao preparado anterior e por fim a raspa do limão e da laranja.
     Bater as claras em castelo e envolver sem mexer para não perderem o volume.
     Levar ao forno previamente aquecido.
     Para os mais gulosos, poderá ser feita uma calda de chocolate com raspa de limão.


     Há já algum tempo que ouvimos falar muito bem desta planta tão desconfortável ao toque.
     Tem inúmeras propriedades medicinais desde: anti radicais livres, anti-seborreica, anti-séptica, antioxidante...
   A urtiga é rica em vitaminas (B, C e K), minerais (magnésio e ferro), bem como oligoelementos, betacaroteno, aminoácidos, cálcio, sais ou proteínas.
     É indicada para a anemia, ácido úrico, reumatismo, problemas digestivos, entre outros.
   Na horta podem ser utilizadas como insecticida contra os pulgões, ácaros e cochonilhas. (deixar 500g de folhas frescas em 1 litro de água durante cerca de 1 semana, diluir o preparado em 10 litros de água e pulverizar as plantas e o solo).
     
     Como diz a D. Helena, temos de pensar bem antes de mandar alguém às urtigas!!!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Ensino Doméstico e Costura em Janeiro

 Tertúlia dedicada a todos o pais que tenham interesse em formas alternativas de aprender.
Iremos fazer uma viagem à escola que temos e tentar aterrar em sítios onde se pode APRENDER A SER de forma INTEGRAL.

Participação gratuita mas de inscrição obrigatória através de casadapucarica@gmail.com
Mais informações por e-mail.



Workshop de iniciação à costura dedicado a quem se quer aventurar entre agulhas e linhas.
Vamos dar os primeiros passos na máquina de costura, pregar botões, fazer diferentes bainhas, aplicar fechos...

É necessário trazer máquina de costura.
Custo: 25 euros com todo o material incluído.
Inscrições e mais informações em casadapucarica@gmail.com
Limitado a 4 inscrições.

sábado, 8 de dezembro de 2012

Toalha de bebé personalizada


    Depois de uns tempos de afastamento pela fase (muito) preenchida que é a escola em final de período, voltamos para mostrar mais uma peça do conjunto da Beatriz que se vai juntar à bolsa e à fralda.
     A mamã da Beatriz pediu que a toalha viesse com o nome da pequenita bordado no capuz e a escolha foi para um tipo de letra manuscrito, talvez por influências "escolianas"!

terça-feira, 27 de novembro de 2012

A melhor forma de levantar a crise!!


Uma família, um espaço pequeno, muitaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa comida!



Muito inspirador para nossa casa!

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Chapéu do Xavier

     O conjunto dos primos ficou completo. O Xavier escolheu o azul escuro para o seu chapéu e o resto ficou ao meu critério. Ainda na época da manga curta um aluno levou um polo com estas três cores e foi a inspiração para o chapéu do Xavier.















informações: casadapucarica@gmail.com

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Alguidar de barro

     No dia da lenha as visitas trouxeram-nos esta pequena grande (e pesada) lembrança. Há muito que andávamos à procura de um alguidar de barro para amassar o pão.
     Quantos quilos de massa terá fermentado?
     Esta velharia ganhou nova vida na Casa da Pucariça e já está em acção!
     Um beijinho à mãe Eugénia!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Almofadas de lavanda

      Aqui fica uma sugestão para uma lembrança de Natal. Para além de dar um cheirinho muito agradável às gavetas, ajuda a um sono tranquilo.
     Para quem gosta de costurar, são fáceis de fazer, para quem até nem por isso, podem contactar-nos.
informações: casadapucarica@gmail.com

(É provável que voltem a perguntar-nos que peça de madeira é esta que 
serve de suporte às fotografias. Prometemos mostrá-la um dia destes.)

sábado, 3 de novembro de 2012

Natal português



     Para quem é assíduo das redes sociais, mais concretamente no facebook, já reparou, com certeza, na mensagem que apela à compra de artigos portugueses, quer no pequeno comércio, como também a artesãos.
     Nessa mensagem lê-se o seguinte:

"Façamos o seguinte para o Natal: Compremos os presentes a pequenas empresas e artesãos: À vizinha que vende por catálogo ou pela internet, a artesãos que conheçamos, à amiga que tem uma loja no bairro, ao pasteleiro que faz os doces artesanais, ao rapaz que tem uma banca no mercado... Façamos o dinheiro chegar às pessoas comuns e não às grandes multinacionais. Assim haverá mais gente a ter um melhor Natal.

Se achas que é um boa proposta, copia e cola no teu mural."



     A Márcia do blog by Deva resolveu publicá-la na sua página e por termos achado uma excelente ideia partilhamo-la aqui também. Por isso, para além das costuras da Casa da Pucariça, aqui ficam outras sugestões para as prendinhas de Natal.


                                  ~ Vchapéus
                                  ~ by Deva
                                  ~ Tarapatices
                                  ~ Pontinhos meus
                                  ~ Pano p´ra mangas
                                  ~ SofiAlgarvia
                                  ~ Ká se faz
                                  ~ bu&bau
                                  ~ Alecrim e Alfazema
                                  ~ 1bigo
                                  ~ Bichos da Matos
                                  ~ A carteira da Pg
                                  ~ Bonito serviço
                                  ~ Atelier da Xica
                                  ~ Irina Duque


sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Broas de ocasião




     Só quando viemos morar para o oeste é que conhecemos a tradição do "Pão por Deus". 

     No primeiro ano em que os pequenos nos bateram à porta não estávamos prevenidos, nem sabíamos muito bem o que estavam à espera de receber.

    Informámo-nos e disseram-nos para dar guloseimas (chocolates, gomas, rebuçados...). No ano seguinte seguimos esse conselho mas felizmente o nosso caminho cruzou-se com a amiga Fátima (experiente nesta tradição) que nos deu esta receita, muitas vezes repetida com os mais pequenos da escola da Achada e que agora partilhamos aqui:




Ingredientes:
- 1 kg de farinha
- 400 g de açúcar
- 6 ovos
- 25 g de erva doce
- 25 g de canela
- raspa de 1 limão
- 125 g de margarina
- 125 g de mel
- 1 c. de chá de bicarbonato de sódio
- frutos secos (nozes, pinhões, figos secos, passas)

Preparação:
     Mistura-se a farinha com o açúcar, a erva doce, a canela e o bicarbonato de sódio e a raspa do limão. Faz-se um buraco no meio e deitam-se os ovos batidos. Amassar.
     Num tacho derreter a margarina juntamente com o mel e adicionar à mistura anterior amassando bem.
     Juntar os frutos secos e envolver bem.
    Fazer pequenas bolas (+/- 3cm de diâmetro) que se achatam ligeiramente (a amiga Fátima é que domina a verdadeira arte de fazer a forma das broas) e dispôr em tabuleiros previamente untados.
     Pincelar as broas com gema de ovo e levar ao forno até ficarem cozidas (não demasiado para não ficarem muito rijas).

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Pão por Deus

     Esta tradição surgiu em Lisboa após o terramoto de 1755. Muitas pessoas ficaram sem as suas casas e pertences, por poucos que fossem, e os mais pobres, mais pobres ficaram.
     Para minorar a sua situação percorriam a cidade pedindo pão de porta em porta: Dê-me pão por Deus! (que é como quem diz actualmente: Dê-me pão por favor!)
     Actualmente, no dia 1 de Novembro, as crianças saem à rua e juntam-se em pequenos grupos com os seus sacos personalizados para pedir o "Pão por Deus" de porta em porta.


Por cá estamos sempre preparados! Este ano com uma mandala de broas!


     À Casa da Pucariça, bateram logo cedo, os pequenos do costume, sempre com sorrisos rasgados! Este ano ficaram mais tempo para recolher os ovos e alimentar as ovelhas e as galinhas.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

O Inverno está a chegar, é preciso arrecadar!

     Com o Outono vem o início do frio e começa a saber bem acender a lareira ao fim da tarde. Este ano um vizinho deu-nos umas árvores para lenha. Só tivemos de as cortar. 
     Na tarde dedicada a essa tarefa apareceram visitas com experiência e aprendemos a fazê-lo à boa moda de Bragança!






Conseguem descobrir a fiscal do trabalho?

     E já está toda arrumadinha! A garagem ficou com um agradável cheiro a madeira de cedro.

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Touca cirúrgica

     Recebi esta encomenda de um casal que, dentro do azar, teve a sorte de encontrar uma médica por quem têm uma grande admiração, principalmente pelo seu lado humano. 
     Felizmente há bons profissionais em todas as profissões e quiseram agradecer-lhe com esta pequena lembrança!
     Podem ver mais pormenores aqui.

informações: casadapucarica@gmail.com












segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Diospiros

     Com o Outono chegam também os diospiros, fruto doce, doce e muito nutritivo. É rico em vitaminas, sobretudo A e C.
     Também é usado para reduzir a tensão e acalmar a tosse. É tranquilizante, estimula os fluídos corporais, fortalece o baço e combate a diarreia.
     Na cultura popular diz-se que as flores são usadas para tratar o sarampo e a casca da árvore para tratar queimaduras.
     Ainda não temos diospiros na Casa da Pucariça (este foi comprado aqui) mas na última reunião hortícola ficou assente em acta que é a próxima árvore a ser plantada por cá!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Hamburguer vegetariano

     Para quem trabalha longe de casa, de tal maneira que não consiga fazer a deslocação para almoçar, como eu, dá jeito fazer umas receitas em quantidades industriais para que sobre. Estes hamburguers são um bom exemplo.
     Desta vez adaptei uma receita de hamburguers de soja do amigo António e dei largas à criatividade. O resultado foi aprovado!!! Mas da próxima vez tenho de os fazer um nadinha mais espessos.

     Aqui fica a nossa receita:

- 3 c. de sopa de quinoa cozida (usámos com algas);
- 1 cebola média picada;
- 40 amêndoas picadas;
- 1 raminho de salsa picada;
- 1 cenoura ralada;
- 10 cogumelos picados;
- 2 c. de sopa de levedura de cerveja;
- sementes de girassol ou sésamo;
- 1 pitada de açafrão das índias e caril;
- sal;
- azeite qb.
- pão ralado

     Deitar uma colher de sopa de azeite no wok e saltear os ingredientes, um de cada vez. Envolver bem todos os ingredientes e por fim deitar pão ralado a gosto para ajudar a manter a forma.
     Polvilhar a superfície da forma do hamburguer com farinha para não pegar.


Nós usamos esta gentilmente cedida pela sogra/mãe.


     Depois de feitos, podem ser congelados com algum material a separá-los para não colarem.

     Para fazer basta retirar do congelador e grelhar numa frigideira com um pouco de azeite, deixando passar bem de cada lado para não se desfazer.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...